Logo revista Grada
Buscar

Uma memória do rei D. Sebastião na Biblioteca Nacional de España (continuação). Grada 161. Francisco Bilou

Uma memória do rei D. Sebastião na Biblioteca Nacional de España (continuação). Grada 161. Francisco Bilou
Foto: Cedida
Léeme en 5 minutos

“(…) Chegados todos a see a tumba do corpo del rey se pos assi mesmo como vinha em hum faldistorio alto que ja estaua prestes no meo da capella mor pegado com os degraos do altar mor, cercada das tochas acesas, e logo a cobrião com hum panno grande de brocado [fl. 330] que cobria todo o faldistorio e tumba.

Despois disto feito hum capelão del Rey veio no meo da entrada da capella mor começar o responso memento mei Deus muito bem, e acauado o senhor Arcebispo revestido como vinha dise o pater noster, botando agua benta sobre a tumba e se trouue insenço e insençou a tumba tres vezes, primeiro ao pee della e depois toda a roda, e disse a oração inclina Dominem aurem tuam, e com ella acabou e dito requiescant in pace se foy despir dos hornamentos [fl. 330v] e cada hum se foi para casa.

Para os senhores dous Bispos que vinhão mandou o senhor Arcebispo por hum estrado e cortina nas costas delle armadas de grades de altar mor no primeiro tabolleiro deles a parte da epistola com suas cadeiras grandes iguais juntas e alli se assentarão os Bispos.

Quando o corpo del Rey chegou a see estaua na mesma capella outra tumba pequena forrada toda de veludo roxo com cravação dourada, com os osos ou terra deles dos Infantes que estauão [fl. 331] enterrados em nossa senhora do (e)spinheiro que decião ser duas filhas del Rey D. Manoel e dous filhos del rey Dom João o 3º, todos meninos e hum destes filhos del Rey Dom João era já Principe, os quais S. M. mandou que se trouxessem a see para depois da vinda do corpo do Rey se meterem na sua tumba e asi irem todos para o lugar das suas sepulturas a Bellem.

Esta tumba com os osos dos ditos Infantes com a mesma guarnição de veludo e panno grande [fl. 331v] que a cubria se auia tracido alli em outro dia de antes em humas andas del Rey e o senhor Arcebispo poz a ordem que S. M. lhe tinha dado foy ao Mosteiro de nossa senhora do (e)spinheiro estar ao abrir da sepoltura e tirar dos osos, e com muita clerecia da cidade e com o Prior e muitos Padres do dito Mosteiro os vierão acompanhando até a see.

E chegados aos degraos do tauolleiro da see da porta principal della se tirou a tumba das andas e a [fl. 332] procissão esperando alli os acompanho(u) ate a capella mor leuandose a tumba por las dignidades e conegos mais antigos e a capella mor onde se poz hum falsistorio alto que para isso no meio della estaua posto cuberto todo de veludo preto de cada parte.

O senhor Arcebispo lhe disse huma oração como esta no baptisterio que he dos meninos pequenos defuntos asi como via sem tomar hormanento algum.

Ao outro dia seguinte [fl. 332v] que foy 6.ª feira 10 dias de dezembro depois de ter ditas as oras no coro até a noa, por ser aduento ao tempo da misa do dia, se disse misa de requiem em por la Alma del Rey que se tinha cantado muito solemne oficiada por los cantores da see, a qual esteue [fl. 333] Dom Fernando miz.s (Martins) Mascarenhas conego da dita see Bispo que era e dignisimo do Bispado e Reyno do Algarue.

Ao sauado seguinte por la menham 11 do dito mes depois das outo oras dadas, e de dita a prima no coro, se começou outra misa cantada solemne que tambem dise cantada o mesmo conego e oficiada por los cantores da see, e dita ella e o responso, liberame Domimi, o qual se dise a vozes por quatro cantores da see, o senhor Arcebispo revestido com a capa [fl. 333v] e mitra depois de deitar agoa benta e de insençar a tumba disse a oração estando já as religiões e clerecia todos juntos na see, e em ordem de provisão com o cabido juntamente se tornou a leuar a tumba com o corpo del Rey por la misma ordem com que veio o dia de antes por os mesmos fidalgos que o trugerão (sic), e forão assi te a porta da rua de Alconchel que he o caminho direito para Lixboa e o chantre da see com outro beneficiado que tambem o ajudaua hião cantando ambos os [fl. 334] versos do psalmo Miserere mei Deus com o subuenire santi dey como se fez quando se trouue a see, e en este acompanhamento e procissão teve o cabido a mão direita e os capelães del rey a esquerda, e o mesmo teue a cruz da see como a del Rey.

Chegados as portas de Alconchel, estauão as acemollas das andas com que auia de yr a tumba prestes, e logo alli sem hauer responso nem oração alguã por lo Prellado que hia revestido a meterão nellas e os Bispos [fl. 334v] fidalgos e capellaes del Rey que com ella vinhão se poserão a cauallo, e assi os que tracião as tochas acessas e começarão a caminhar com sua cruz diante, e o senhor Arcebispo se recolheo em huma casa que esta entre as portas da cidade e alli se despejou dos ornamentos que leuaua, e depois se foy para casa e todos os mais que na procissão forão ficerão o mesmo.

Hauia 13 annos menos hum mes e meio pouco mais ou menos que este mesmo Rey Dom [fl. 335] Sebastião que Deos tem auia entrado por esta mesma porta da cidade a primeira vez que nella foy receuido com bem diferente receuimento de alegria e pracer de todo seu pouo (et sic transit gloria mundi).

Eu Hieronimo de Almeida (desmercido conego) meo preuendado na dita see e que muitos anos fui secretario da meza dos senhores do cabido della a todas estas cousas fui presente e (as) ui passar e as escreui direitamente só pera [fl. 335v] minha lembrança e para quem o leje (lesse) folgase de sauer o passado e em tudo louuase o senhor por todas as suas obras”.

Fonte: Biblioteca Nacional de España – Biblioteca Digital Hispánica. ‘Papeles referentes al gobierno del Rey Sebastián I de Portugal, y a las expediciones a la India y Africa’. MSS/12866, fls. 321-335v

ENTRADAS RELACIONADAS

Banca Pueyo ha inaugurado una oficina en Tomares, con el objetivo de afianzar su presencia en la provincia de Sevilla....
Varios miembros del Club Senior de Extremadura colaboran con el programa de la Universidad de Extremadura ‘Mentoring UEX’, cuyo objetivo...
La Institución Ferial de Extremadura Feval ha acogido la trigésimo sexta edición de Agroexpo, que ha venido marcada por la...
La Fundación Caja Extremadura ha entregado los premios de la tercera edición del Programa Sámara Emprende a las empresas extremeñas...
La Asociación Extremeña de la Empresa Familiar afronta 2024 con los objetivos de “seguir creciendo y continuar defendiendo y poniendo...
Las principales organizaciones y entidades del sector ganadero de la región han celebrado su encuentro anual, auspiciado por Caja Rural...

LO MÁS LEÍDO